Header Ads

Após dez anos, idoso recupera a visão ao receber primeiro transplante de córnea artificial do mundo


Sem conseguir enxergar há mais de 10 anos, Jamal Furani, de 78 anos, recuperou a visão após se tornar a primeira pessoa a passar por um transplante de córnea artificial no mundo. O procedimento pioneiro aconteceu em Israel no início do mês e devolveu ao idoso a independência. 

Após a remoção das bandagens, a tecnologia habilitou imediatamente o paciente a conseguir enxergar. Jamal leu textos e reconhecer membros da família. 

O idoso já havia passado por quatro cirurgias para tentar voltar a ver, mas todas falharam. Devido a um edema e outras doenças, a córnea dele foi danificada o que ocasionou a perca da visão. “Se minha esposa fosse viva e eu fosse completamente cego, não me preocuparia, acredite em mim, ela era meus olhos”, brincou o idoso em entrevista a um canal da TV israelense. 

O procedimento faz parte dos estudos clínicos da startup CorNet Vision. “O procedimento cirúrgico foi direto e o resultado superou todas as nossas expectativas. O momento em que tiramos as bandagens foi emocionante e significativo. Temos orgulho de estar na vanguarda desse empolgante e um projeto significativo que sem dúvida impactará a vida de milhões “, disse, ao jornal Israel Hayom, o médico Irit Bahar, chefe do Departamento de Oftalmologia do Rabin Medical Center Bahar, que realizou o procedimento. 

Conforme a empresa responsável pela tecnologia, a córnea sintética pode substituir uma córnea deformada ou opaca. Quando implantado, ele se integra ao tecido do olho. Outros 10 pacientes estão na fila para passar pela mesma cirurgia, todos em caráter de teste clínico.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.