Header Ads

Enem 2020: no segundo dia de provas, Inep registra abstenção de 51% dos candidatos do Ceará

FOTO: Thiago Gadelha

Mais da metade dos inscritos para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 não compareceram ao segundo dia de prova impressa, no Ceará, neste domingo (24). 

O Estado registrou 51% de abstenções, com a ausência de 164.369 inscritos de um total de 322.583, de acordo com balanço divulgado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), em coletiva realizada hoje à noite. 

A abstenção deste domingo supera a média do primeiro dia de prova, realizada no domingo passado (17). Na ocasião, houve 48% de abstenções na prova, com a ausência de 154.545 inscritos. 

Isso significa que 9.824 candidatos que fizeram a primeira prova não compareceram ao segundo dia do exame, no Ceará. 

Neste segundo dia, os candidatos responderam 45 questões de Matemática e outras 45 de Ciências da Natureza e suas tecnologias, que avalia conhecimentos específicos de Química, Física e Biologia. 

Apesar de alta, a média de abstenção no Ceará ficou abaixo da média do País, que registrou a ausência de 3.052.633 candidatos. Ou seja, 55,3% do total de inscritos (5.523.029). 

Em 2019, por exemplo, os índices de ausência chegaram a pouco mais de 20% nos dois dias. 

Municípios com aplicação de prova 
Assim como no primeiro, o segundo teste foi realizado em 119 municípios cearenses, com 1.056 locais de prova e 12.308 salas. 

O alto nível de abstenção da prova neste domingo (24) foi motivo de comentários entre os candidatos. 

De acordo com eles, caso todos os candidatos estivessem comparecido à prova, haveria superlotação nos ambientes, contrariando, assim, as exigências sanitárias de combate à contaminação por Covid-19. 

Eliminados 
O balanço do Inep ainda divulgou que 1.274 participantes foram eliminados em todo o Brasil por portar equipamento eletrônico, ou ausentar-se antes do horário permitido, ou utilizar impressos, ou não atender orientações ou não respeitar as medidas de biossegurança, entre outros motivos. No primeiro dia de prova o número foi maior, com 2.967 eliminados. 

Já 14 candidatos foram afetados por ocorrências logísticas, entre emergências médicas, interrupção temporária de energia elétrica, problemas com abastecimento de água, entre outros. No domingo (17), foram somadas 69 ocorrências. 

O exame é requisito para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni).                  (Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.