Header Ads

Gledson Bezerra inicia gestão com foco em saúde e contas públicas

Glêdson Bezerra toma posse em Juazeiro do Norte. FOTO: Edson Freitas

Apostando em dedicar o início da gestão a resolver o que classificou como "caos financeiro", o policial civil Gledson Bezerra (Podemos), de 39 anos, tomou posse como prefeito de Juazeiro do Norte para o próximo quadriênio (2021-2024). Eleito com 50.715 votos (38,18% dos votos válidos), o novo gestor vai governar a maior cidade do interior do Estado, com população estimada de 276,2 mil habitantes, com foco em melhorar, principalmente, condições da Saúde no Município.

Após assumir o cargo, em cerimônia virtual, Gledson Bezerra reforçou que colocar em dia as contas públicas é prioridade. Ele ponderou que houve uma transição entre gestões, mas argumentou que "o acesso à situação financeira do Município não foi o desejável". "Juazeiro vive caos financeiro, com vários servidores cobrando pagamento". 

Um dos grandes desafios, segundo o novo prefeito, é resolver entraves na Saúde, área que enfrentou, no último ano, pelo menos duas paralisações de profissionais no Hospital Maternidade São Lucas e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). "Há um débito de cerca de 4,5 milhões com a empresa que administra estas unidades. O início da nossa gestão não pode ser outra coisa além de enxugar a máquina pública", completou. Ele prometeu, ainda, convocar os quase 1.800 candidatos aprovados no último concurso público do Município, realizado há mais de um ano. 

Infraestrutura 
Quanto ao empréstimo conquistado pela gestão anterior, no valor de 80 milhões de dólares (aproximadamente R$ 415 milhões), junto à Corporação Andina de Fomento (CAF), que inclusive é alvo de investigação pelo Ministério Público Federal (MPF), o prefeito empossado ressaltou que, nos próximos meses, Juazeiro do Norte deve enfrentar problemas de infraestrutura por falta de saneamento e drenagem. "Esse empréstimo prevê a destinação para isso. Mas vamos avaliar a capacidade de endividamento e o que impactará. Vamos tirar dúvidas de cunho jurídico e contábil. Se tivermos segurança jurídica e compreensão da população, vamos seguir adiante". 

Por outro lado, o chefe do Executivo acredita que sua relação com a Câmara Municipal será tranquila, pois conhece parte dos parlamentares, já que foi vereador por três mandatos. "Defendo que os vereadores façam seu papel fiscalizador. O prefeito, sozinho, não consegue". O vereador Darlan Lobo (PTB), do mesmo partido do ex-prefeito Arnon Bezerra, foi reeleito para a Presidência da Casa, que conta com 21 vereadores, pelo próximo biênio (2021-2022). "Quero intensificar a relação e pedir a ajuda de cada um deles", afirmou. 

Gledson Bezerra disse esperar contar também, na gestão, com a parceria do governador Camilo Santana (PT), que durante a campanha apoiou a tentativa de reeleição de Arnon Bezerra. Ele acredita que o chefe do Executivo estadual continuará apoiando o desenvolvimento de Juazeiro. "Agora, é hora de trabalhar", frisou o novo gestor. 

Na região do Cariri, Gledson Bezerra foi empossado, ontem, como prefeito de Juazeiro do Norte. O vice-prefeito Giovanni Sampaio (PSD) se mantém no cargo, agora na gestão do adversário do antecessor.

"Em alguns momentos pode parecer situação conflituosa, mas eu defendo que os vereadores façam seu papel fiscalizador. O prefeito, sozinho, não consegue."

Na Câmara Municipal, os 21 vereadores de Juazeiro do Norte vão ser presididos por Darlan Lobo (PTB) que foi reeleito para a direção da Casa.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.