Header Ads

Juazeiro recebe mais doses da vacina contra Covid-19 nesta segunda (25)

Foto: Reprodução/Twitter AENA Brasil

Na tarde desta segunda-feira (25), desembarcou no Aeroporto de Juazeiro do Norte mais doses da vacina contra Covid-19, a serem distribuídas pelo Cariri. Os imunizantes desenvolvidos pela Universidade de Oxford com o laboratório AstraZeneca, chegaram de avião esta manhã em Fortaleza, e logo foram encaminhadas para toda a região. Após chegadas em Juazeiro, parte das doses foram encaminhadas para a central de distribuição de Brejo Santo em um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas do Ceará (CIOPAER). 

Pelo menos 2 mil doses ficam no município, para complementar as 3.106 já recebidas na primeira remessa da CoronaVac, entregue na última segunda-feira (18). No entanto, pacientes que tomaram a vacina produzida e distribuída pelo Instituto Butantã não poderão tomar as vacinas de Oxford. Como são de composições diferentes, inclusive quanto aos cuidados na temperatura de armazenamento, vacinados só podem tomar a segunda dose da vacina feita pelo mesmo laboratório do imunizante usado na primeira aplicação. A vacina da fabricante Sinovac é dividida em duas doses, que devem ser tomadas num prazo médio de 14 a 21 dias. Já a vacina do laboratório AstraZeneca tem um prazo maior de intervalo entre as duas doses. 

Vacinação de idosos 
Juazeiro deve, ainda esta semana, iniciar a vacinação dos restantes do grupo prioritário definido na primeira das 4 fases elaboradas pelo programa de vacinação contra o coronavírus do Ministério da Saúde. Idosos acima de 60 anos institucionalizados estão na lista dos que devem começar a receber o imunizante nos próximos dias. O município de Crato, até o momento, foi o primeiro que iniciou a vacinar tanto profissionais da saúde quanto idosos que vivem em abrigos de longa permanência. 

Conforme informado pela secretária de Saúde, Francimones Albuquerque, o processo de vacinação destes que fazem parte do grupo de risco deve ocorrer da mesma forma como procedido aos profissionais da saúde. A equipe da Sesa deve ir ao encontro destes, não sendo necessário o deslocamento para receber a aplicação das doses. 

Fases de imunização 
Fase 1 
Profissionais da saúde; Idosos com 60 anos ou mais que vivem em asilos; Idosos com 75 anos ou mais; Indígenas. 

Fase 2 
Idosos de 60 a 74 anos. 

Fase 3 
Pessoas com comorbidades. 

Fase 4 
Profissionais do salvamento; Funcionários do sistema prisional; Pessoas privadas de liberdade; Professores; Policiais.

(Fonte: Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.