Header Ads

Laudo sobre as causas do incêndio que atingiu a Arena Castelão deve sair em 10 dias


O laudo técnico sobre o que provocou o incêndio que atingiu parte da Arena Castelão, neste sábado (30), em Fortaleza, deve ficar pronto em até dez dias, informou a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). 

O período para divulgação da análise pode ser prorrogado em decorrência da complexidade do fato, alertou a Pefoce. Equipes dos núcleos de Perícia Externa (Nupex) e de Perícia em Engenharia Legal e Meio Ambiente (Nupelm) foram destacadas para o local de modo a analisar a área atingida pelas chamas No sábado, a Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) informou, em nota, que a provável causa do incêndio foi um curto-circuito. “A área das cabines de rádio está isolada, e o ocorrido será apurado em laudo técnico da Perícia Forense do Ceará”, complementou. 

O incêndio 
O fogo começou na manhã deste sábado em uma das cabines de rádio da Arena Castelão, conforme informações do Tenente Dutra, do Corpo de Bombeiros. As chamas foram completamente controladas às 12h43 e não houve feridos. 

Junto dos bombeiros, três equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também acompanharam a ocorrência. 

Funcionários que estavam no local realizando os preparativos para a partida entre Floresta e Mirassol, marcada para acontecer na Arena às 16h deste sábado, ainda tentaram apagar as primeiras chamas, mas não conseguiram. O jogo foi remanejado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e aconteceu no Estádio Carlos de Alencar Pinto, o “Vovozão”.

(Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.