Header Ads

Tráfego intenso traz transtornos para cidades do interior do Ceará

Rua de acesso a cidade de Banabuiú recebe tráfego intenso de veículos de passeio e de cargas. Foto: Honório Barbosa

Cidades do interior sofrem impacto diário devido ao crescimento do fluxo de veículos em vias urbanas. A frota cearense é de 1,2 milhão de automóveis, sendo quase metade (573 mil) registrada na Região Metropolitana e interior. Somam-se a esses números, os veículos em trânsito que cortam as estradas cearenses. 

O aumento do fluxo foi agravado na década passada a partir da construção de novas rodovias que encurtaram distância para a Capital cearense e levaram mais veículos leves e pesados para ruas estreitas dos centros urbanos. A construção de obra de contorno é uma alternativa reivindicada para solucionar o problema, mas poucos projetos foram executados até agora. 

Um exemplo é a rodovia Padre Cícero, implantada a partir de 2012. Ela reúne antigos trechos de estradas estaduais e novos que foram construídos com o objetivo de reduzir em 70km o percurso entre o Cariri e Fortaleza. No trajeto, partindo de Juazeiro do Norte, no Cariri, as cidades de Caririaçu, Orós, Solonópole e Banabuiú sentem fortes impactos do aumento do trânsito. 

Acidentes 
Os problemas mais comuns são acidentes, batidas entre veículos, colisão com postes de fiação elétrica, além de engarrafamentos, dificuldades de manobra por carretas, estragos de pavimentação e de calçadas. "O trânsito aumentou muito e complicou demais porque a cidade é antiga e tem ruas estreitas", observa o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Caririaçu (Semae), Cícero Soares. "Na semana passada, um caminhão derrubou um poste e faltou energia com a queda da fiação", lembra. 

Nos primeiros meses após a implantação da rodovia Padre Cícero, moradores e gestores saudaram a conclusão da obra, mas logo sentiram o impacto decorrente do aumento do fluxo de veículos. "Existe um pedido para uma rodovia de contorno, mas até agora não foi atendido", lamenta Soares. O empresário Herbert Martins pontua que a obra "é extremamente necessária porque há acidentes direto". 

Municípios 
Outra cidade afetada é Orós, no Centro-Sul cearense. O tráfego corta o centro urbano e há um trecho de três quarteirões com mão dupla que forma um gargalo para o fluxo de veículos. "Fazer uma obra de desvio é possível, mas é preciso indenizar algumas casas construídas", frisa o empresário Paulo Landim. "A organização do trânsito já traz melhoria como a proibição de estacionamento", completa. 

A cidade de Solonópole oferece geografia favorável à construção de uma rodovia de contorno. "Já existe um projeto, mas ainda não saiu do papel", lembra o ex-secretário municipal de Infraestrutura, Ednaldo Dantas. "Prevê a ligação da BR 226 com a via estadual". O atual secretário da Pasta, Matson Pinheiro, confirma o transtorno diário ao apontar o "aumento de riscos de acidentes e estragos no calçamento por passagem de carretas". 

Em Banabuiú, o assessor do município, Carlos Farias, ponderou que "a cidade é cercada por serras e inviabiliza uma obra de contorno, além de ter ruas largas. "Só há um curto trecho no centro, no entorno de uma praça, que traz dificuldades de manobra dos veículos longos". 

Contornos 
A professora do Centro de Ciências e Tecnologia da Universidade Federal do Cariri, especializada em tráfego e transporte, Lucimar Santiago, destaca a importância das rodovias de contornos e cita a via construída em Missão Velha, que retirou o tráfego pesado da cidade. "Com o tempo se viu a impossibilidade de um fluxo pesado continuar cortando o tecido urbano". 

Lembra que "os condutores seguem em vias de longo percurso e tendem, ao chegar aos trechos urbanos, a manter a mesma velocidade, aumentando o risco de acidentes". A docente defende a construção de vias de contorno sem demora "antes de maior ocupação urbana que encarece as indenizações e as obras". Ela cita a necessidade "de maior planejamento nesses trechos críticos que cortam cidades". 

A Superintendência de Obras Públicas (SOP) por meio de nota esclarece que "no momento, não existe nenhum projeto para este trecho", em referência a obras de contorno na CE 153 - rodovia Padre Cícero - para as cidades de Caririaçu e Solonópole.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.