Header Ads

Velório é interrompido e corpo é recolhido pela Polícia após erro de liberação de cadáver em Ubajara


O velório de uma vítima de homicídio foi interrompido, em Ubajara, e o corpo foi recolhido por agentes da Polícia Militar e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) na noite de domingo (24). Conforme informações da Polícia Civil, o cadáver do homem de 36 anos foi liberado aos familiares pelo hospital, localizado em Tianguá, sem ter sido encaminhado para o núcleo da Pefoce em Sobral. 

A Polícia Civil explicou que a situação aconteceu por se tratar de um assassinato e que era necessário que a Pefoce analisasse a vítima para emitir um laudo cadavérico com a causa da morte, e, depois anexar o documento ao procedimento policial.

O Hospital Madalena Nunes, local onde o homem veio a óbito, informou em nota que está apurando internamente o ocorrido em relação à liberação do corpo sem encaminhamento ao Instituto Médico Legal (IML). 

Investigação 
O homem de 36 anos foi esfaqueado e morto, na madrugada de domingo, após uma discussão na localidade de Sítio Paraíso, em Ubajara. Um adolescente de 17 anos foi apreendido em flagrante pela Polícia Militar suspeito de ser o autor da agressão. A faca utilizada como objeto para desferir o golpe foi apreendida e apresentada no flagrante. 

Segundo testemunhas relataram à Polícia, o crime teve relação com uma discussão entre os dois enquanto eles ingeriam bebida alcoólica. Ainda segundo a investigação, os dois trabalhavam juntos. 

A vítima foi levada para atendimento médico em um hospital no município e, em seguida, foi transferida para Tianguá, vindo a óbito na tarde do domingo. 

O adolescente foi encaminhado para a Delegacia Regional de Tianguá, onde foi realizado um ato infracional análogo ao crime de homicídio. O caso foi transferido para a Delegacia Municipal de Ubajara, para dar andamento às demais apurações necessárias para concluir a investigação.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.