Header Ads

Alexandre Lopes é exonerado da presidência do Inep, responsável pelo Enem

Alexandre Lopes foi o quarto presidente do Inep no governo Bolsonaro. Foto: Marcello Casal Jr.

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Ribeiro Pereira Lopes, foi exonerado do cargo. A decisão, assinada pelo ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto, foi publicada na madrugada desta sexta-feira (26) no Diário Oficial da União (DOU). O substituto não foi nomeado na edição do periódico. 

Além dele, o chefe de gabinete da presidência do Inep, Marcelo Silva Pontes, também foi exonerado. No entanto, quem assinou a medida foi o ministro da Educação, Milton Ribeiro. 

Alexandre Ribeiro Pereira Lopes ocupava a presidência do Inep desde maio de 2019. O instituto possui, sob o guarda-chuva do Ministério da Educação (MEC), a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entre suas atribuições. A nota do exame é usada na seleção de vagas nas universidades e nos institutos federais. Ele foi o quarto presidente do instituto no governo Bolsonaro.

Marcus Vinícius Rodrigues e Elmer Vicenzi ficaram por um curto período à frente do instituto. Já Maria Inês Fini, que ocupava o cargo desde o governo Temer, foi exonerada no começo de janeiro de 2019. 

Trajetória 
Antes de assumir o instituto, em maio de 2019, Lopes ocupava a função de diretor legislativo na secretaria-executiva da Casa Civil. Nos cinco primeiros meses da atual gestão federal, três outras trocas foram realizadas. 

Lopes já havia trabalhado com o ex-ministro da Educação da gestão Bolsonaro, Abraham Weintraub, que, antes de se tornar titular do MEC, era o número dois da então pasta comandada por Onyx Lorenzoni (Casa Civil). 

Segundo o currículo de Lopes, ele é formado em engenharia química pela UFRJ e em direito pela UnB. É servidor público de carreira como analista de comércio exterior desde 1999.

(Folhapress)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.