Header Ads

Ceará é o estado com mais mortes por Covid-19 no Nordeste

Foto: Kid Júnior

O Ceará é o estado do Nordeste com o maior número de mortes por Covid-19, como aponta monitor epidemiológico do Consórcio Nordeste, superando as duas unidades da federação mais populosas da região: Bahia e Pernambuco. Até este domingo (7), foram 10.612 óbitos registrados, de acordo com a plataforma IntegraSUS. 

Em Pernambuco, desde o início da pandemia, foram 10.494 mortes, segundo boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). Já na Bahia, são contabilizados 10.373 óbitos, conforme  a Central Integrada de Comando e Controle da Saúde do Estado.

Em número de casos, os três estados também encabeçam a lista, mas com mudanças. A Bahia vem em primeiro, com 607.946 casos confirmados, seguida do Ceará, com 382.597 registros, e Pernambuco, com 270.801 confirmações. 

Já em relação à taxa de letalidade - razão entre mortes e casos confirmados -, Pernambuco lidera na região com 3,88%. No Ceará, o índice está em torno de 2,78% e, na Bahia, 1,71%. O ranking é do Consórcio Nordeste. 

Fortaleza lidera entre municípios 
Quando se observam as cidades nordestinas com mais mortes pela doença pandêmica, as capitais dos mesmos Estados também ganham relevância. Fortaleza é o município da região com mais óbitos, tendo 4.378 mortes. Em seguida, vem Salvador, capital baiana, com 3.440 registros, e Recife, com 2.930. 

Na última sexta, a Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza (SMS) divulgou que a Capital teve um aumento de 75% de casos confirmados de Covid-19 em janeiro, em comparação com dezembro de 2020, destacando que a doença está se propagando "para as regionais III e V, à oeste, margeando a divisa com o município de Caucaia e já atingindo a área do Grande Bom Jardim". 

Cuidados devem ser mantidos 
Especialistas lembram que, mesmo com a campanha de vacinação contra a doença em curso, não é possível relaxar as medidas preventivas, como o uso de máscaras e distanciamento social. O objetivo é evitar internações e complicações respiratórias em pessoas propensas a isso.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.