Header Ads

Idosos de Crato e Juazeiro do Norte têm problemas para agendar vacinação contra Covid-19

Foto: José Leomar

Aguardando a sonhada hora de receber a imunização contra a Covid-19, idosos acima de 75 anos, no Cariri, apontam problemas durante o agendamento. Em Juazeiro do Norte, alguns que aguardavam receber a vacina nesta semana foram surpreendidos com o cancelamento. Em Crato, outros sequer conseguiram se cadastrar junto a Secretaria da Saúde do Município e seguem sem data definida. As Pastas alegam que poucas doses foram entregues e preveem avanço a partir da próxima semana. 

A aposentada Alexandrina Leal, 82, moradora do bairro São Miguel, em Crato, afirma que fez um cadastro junto ao agente de saúde de seu bairro, há duas semanas, que prometeu que estaria "na primeira fila para receber a imunização", descreve. "Pediram dados por telefone e não resolveu nada. Hoje, soube pela enfermeira que não tem cadastro nenhum", conta. 

Com outros problemas de saúde, como artrose, dona Alexandrina sequer consegue sair de casa para buscar respostas na unidade de saúde. Ansiosa, aguarda a vacina: "Meu medo não é morrer, é ficar doente e não ter quem cuide. Mais doente do que já vivo", lamenta. A situação causou seu estranhamento, pois, dois vizinhos foram cadastrados pessoalmente e ela teve que enviar os dados por telefone, na última semana. "Achei que cada agente resolvia, mas pelo visto não resolve". 

Em nota, a Secretaria da Saúde de Crato informou que recebeu apenas 91 frascos da vacina AstraZeneca/Oxford, direcionada exclusivamente para os idosos. Somado a CoronaVac, foram imunizados, segundo a última atualização, 929 pessoas de uma população estimada de 5.800 idosos acima de 75 anos, ou seja, cerca de 16%. O Crato finalizou todas as doses do primeiro lote e não tem previsão para chegada de novas unidades. Dos profissionais de saúde, foram aplicadas 46% do total e, nesta semana, mais 22% deve receber a vacina. 

Estratégias 
Em seu Plano de Operacionalização, há estratégias específicas para grupo. No caso de idosos, acontece em regime domiciliar, para sua segurança, mas não detalhou se há prioridades. Segundo a pasta, o cadastro para vacinação foi realizado por agentes comunitários de saúde, mas também são realizados pelas Unidades Básicas de Saúde, pelo 0800 280 1318 e também pelo WhatsApp (88) 3521.9600. No caso de erros no cadastro, prometeu revisar os dados para identificar o problema. 

Já em Juazeiro do Norte, alguns idosos acima de 75 anos já tinham agendado sua vacina para esta semana, mas tiveram a imunização suspensa. A Secretaria da Saúde do Município (Sesau) admitiu o problema, mas justificou que houve um baixo número de doses enviadas pelo Governo Federal. 

Até agora, chegaram 1.730 unidades da AstraZeneca/Oxford, todas já aplicadas, que representa 18% deste público na terra do Padre Cícero, que é 9.565 pessoas. "De acordo com o Estado, a preconização foi iniciar com os acamados e, mesmo assim, não foi suficiente", admite a secretária de Saúde, Francimones Rolim. 

De acordo com a secretária, já havia um cronograma, na expectativa pela chegada de uma segunda remessa, que atrasou. A previsão é de que um novo lote chegue na próxima semana. "Então, tão logo recebamos, vamos dar continuidade aos acamados. Depois, acima de 90 anos, depois acima de 80 e, por último, os idosos acima de 75", detalha a gestora. 

A Sesau disponibilizou um telefone com chamadas gratuitas (0800 494 0277) para atender a população descoberta por agentes de saúde e que precisam fazer o agendamento. "Será de acordo com a disponibilidade da vacina", destaca Rolim.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.