Header Ads

Juazeiro e mais 4 cidades do Ceará concentram 58,8% dos óbitos de Covid

Foto: Antônio Rodrigues

Cinco das 184 cidades cearenses concentram 58,8% de todas as mortes por decorrência do novo coronavírus. Quando observado a porcentagem de infectados pela Covid-19, nota-se uma sensível redução, embora ainda polarizada. Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral, Maracanaú e Caucaia respondem por 172.027 dos 421.763 casos do Estado, o que representa 40,7% do total. Os dados são do IntegraSus, plataforma oficial da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), atualizada às 17h15 desta sexta-feira (26). 

Essa alta concentração de casos reflete diretamente na capacidade dos municípios garantirem assistência adequada no sistema de saúde. Para evitar um iminente colapso dos leitos exclusivos para tratamento de pacientes da Covid - cenário que já ocorre em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) - gestores implantam medidas mais restritivas de circulação de pessoas e projetam expansão das vagas nos hospitais.

As ações objetivam evitar uma "grande onda de óbitos", prevista pela virologista, epidemiologista e professora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), Caroline Gurgel. 

"Caso nada seja feito urgentemente, em duas semanas vamos lamentar um grande número de mortes. Medidas rígidas têm que ser tomadas. Os hospitais estão chegando ao limite", alertou a especialista.

A maior cidade do interior cearense concentra hoje o segundo maior número de casos (17.939) e figura na quarta posição no ranking de óbitos (360) pela Covid-19. Do início do ano até o fim deste mês de fevereiro, foram quase mil novos casos confirmados. A tendência de elevação motivou o Município a expandir os leitos clínicos, ainda que a ocupação atual seja baixa. 

Dos 30 leitos de enfermaria da Unidade de Combate à Covid, seis estão ocupados. No entanto, a secretária da Saúde do Município, Francimones Rolim Albuquerque, reconhece que "com a tendência de casos mais graves nesta segunda onda, é prudente antever um cenário mais delicado e expandir a oferta". 

O Município abriu cinco leitos pediátricos e disponibilizou, na UPA do bairro Limoeiro, quatro leitos com ventilação mecânica. Além disso, projeto a abertura de 20 leitos de enfermaria no hospital municipal e incremento de mais 10 na Unidade de Combate. 

Essa expansão dará aporte ao Hospital Regional do Cairi (HRC) que além de atender a população de Juazeiro do Norte, é referência para outras 40 cidades. Atualmente, dos 35 leitos de UTI, 31 estão ocupados (88,57%). Já a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria está na capacidade máxima e, além disso, o leito extra aberto também está preenchido.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.