Header Ads

"Não pode haver festa diante de uma situação grave", alerta Camilo Santana sobre o Carnaval

Foto: José Leomar

O governador Camilo Santana alertou em tweet, na noite deste sábado (13), sobre os cuidados contra a proliferação da Covid-19 no período em que, anualmente, se comemora o Carnaval. Em 2021, de 12 a 17 de fevereiro, medidas de segurança sanitárias foram adotadas em decreto estadual com o objetivo de evitar novos casos da doença. 

"Em momento de pandemia não pode haver folia. Nossos hospitais estão cada vez mais lotados. Não pode haver festa diante de uma situação grave, que ameaça piorar. Sei que não é fácil. Uma tradição de tantas décadas de carnaval. Mas é para o bem. Teremos muitos carnavais pela frente", declarou Camilo Santana na rede social.

Para evitar o tráfego de pessoas e veículos, o transporte intermunicipal foi suspenso. O deslocamento só é permitido somente em situações específicas, como em casos de saúde, moradia, trabalho, transporte de cargas, e outras.

Veja as medidas: 

Controle de entrada e saída de veículos de Fortaleza, somente sendo permitido o deslocamento em situações específicas, como em casos de saúde, moradia, trabalho, transporte de cargas, dentre outras situações detalhadas no decreto; 

Suspensão do transporte intermunicipal de passageiros, individual ou coletivo, regular e complementar, excetuado o transporte no âmbito metropolitano; 

Barracas de Praia terão o horário limitado até 15h durante o período; portanto, além do sábado e domingo, e em todo o Estado; 

Suspensão da atividade de Parques Aquáticos em todo o Estado, além da atual proibição de Fortaleza e Aquiraz; 

Ainda está sendo recomendado aos municípios com tradição turística que sejam feitas barreiras sanitárias e tomadas medidas mais restritivas nesse período de acordo com a situação de cada um. Para isso, haverá reforço de policiamento nesses locais para apoiar o cumprimento dessas medidas. 

Aracati e Jericoacoara recebem barreiras sanitárias 
Cidades conhecidas por grandes aglomeração de turistas, como Aracati e Jericoacoara, estão sendo permitido apenas acesso de moradores, prestadores de serviço ou pessoas que tenham hospedagem comprovada. 

Na capital cearense, 15 equipes fixas da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) atuam de forma preventiva, dia e noite, em pontos que anteriormente eram áreas de aglomerações carnavalescas.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.