Header Ads

10 cidades do Cariri podem avançar à 2ª fase de vacinação e imunizar idosos acima de 60 anos


Por Redação Gazeta do Cariri

O Ceará alcançou números importantes na vacinação contra a Covid-19. Desde a chegada do primeiro lote com imunizantes, no dia 18 de janeiro, o Estado ultrapassou a estimativa do Ministério da Saúde em vacinar 75% dos grupos prioritários da Fase 1 do calendário do Programa Nacional de Imunização (PNI). O número de idosos cearenses com idade a partir de 75 anos (104,5%) e de trabalhadores de saúde vacinados com a primeira dose (71,87%) e com o reforço (61,36%) foi superior à meta do MS – os percentuais são sobre a previsão do Ministério. Assim, 81 das 184 cidades cearenses já podem passar para a segunda fase de vacinação, que inclui idosos a partir de 60 anos, à medida que novas doses chegarem.

Na região do Cariri, 10 municípios já podem passar para a segunda fase de vacinação:

Antonina do Norte
Assaré
Barro
Caririaçu
Farias Brito
Porteiras
Potengi
Salitre
Santana do Cariri
Tarrafas

“A quantidade de vacinas já enviadas pelo MS não é suficiente para toda a população, mesmo aquelas dos grupos prioritários. Então, alguns municípios já atingiram essa meta para trabalhadores da saúde e outros atingiram para idosos”, explica Magda Almeida, secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa. Os municípios com índice acima de 100% estão vacinando além do que foi previsto pelo MS, mas ainda é preciso aumentar a quantidade de vacinas e a velocidade de imunização.

Cadastro Estadual de Vacinação
No último de 8 de março, a Sesa disponibilizou o Cadastro Estadual de Vacinação contra a Covid-19 para as pessoas incluídas nos grupos prioritários da imunização e também para pessoas a partir de 18 anos que não integram os quatro grupos prioritários especificados no PNI. A nova ferramenta está disponível na plataforma Saúde Digital e tem integração de dados e informações com os municípios cearenses. As inscrições seguem até o dia 27 de março.

Idosos a partir de 75 anos que não foram vacinados e profissionais de saúde, sejam da linha de frente ou não no combate à pandemia, também podem realizar o cadastro. A imunização seguirá o calendário de cada cidade.

Caso a pessoa não se encaixe na fase em vigência de vacinação, o cadastro ficará armazenado no banco de dados da plataforma, permitindo maior organização do plano de imunização do Governo do Ceará. Em Fortaleza, quem está cadastrado no aplicativo Vacine Já e que ainda não foi vacinado, deve realizar novo cadastro no sistema estadual.

Transparência
A transparência é uma das principais estratégias da Sesa. Por meio do Vacinômetro da Sesa, a população pode ter acesso aos números de lotes de vacinas recebidos e das doses aplicadas até o momento. O sistema é atualizado diariamente. Até o dia 16 de março, 602.702 doses foram aplicadas – destas, 177.384 são referentes ao reforço.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.