Header Ads

Abastecimento de oxigênio está garantido no Ceará mesmo com aumento de leitos por Covid-19, diz Sesa


A preocupação com o uso de oxigênio em pacientes com sintomas da Covid-19 é uma realidade em grandes estados. No Ceará, o governo afirma que as unidades hospitalares da Secretaria da Saúde estadual (Sesa) — mesmo com a ampliação crescente de leitos — segue o planejamento feito e está garantindo o fornecimento.

Na tarde deste sábado (13), o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto), e os secretários executivos da pasta participaram de mais uma reunião diária para discutir a situação da pandemia no Estado, definir ações prioritárias e fortalecer o atendimento a todos os cearenses internados com a Covid-19.

Como informado em comunicado sobre o Abastecimento de Oxigênio na Rede Sesa, publicada no último domingo (7), a pasta estadual de saúde segue monitorando, orientando e colaborando continuamente com os municípios cearenses, fazendo empréstimos do insumo e transferindo pacientes internados quando necessário.

Interior

O crescimento de casos de Covid-19 e a demanda de oxigênio em pacientes amplia a preocupação com possibilidade de crise no abastecimento do gás nos hospitais públicos no interior cearense. No Hospital Regional de Iguatu (HRI), a produção própria de 22 mil litros de oxigênio por hora mantém a unidade com risco baixo de possível colapso no futuro.

A unidade de processamento atende a necessidade do HRI, da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de pacientes que necessitam do suporte em casa (home care). No pico da pandemia, em maio de 2020, o consumo dobrou e chegou a 80% da capacidade produtiva da usina.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.