Header Ads

Cachorro ferido que entrou sozinho em clínica de Juazeiro do Norte passa bem após primeira sessão de quimioterapia

Foto: Ricardo Rodrigues

O cão vira-lata ferido que entrou sozinho em uma clínica veterinária e recebeu atendimento em Juazeiro do Norte, já passou pela primeira sessão de quimioterapia e reagiu bem à medicação recebida, de acordo com a médica veterinária Dayse Silva. Ele foi diagnosticado com um tumor. Imagens do circuito interno de segurança do estabelecimento registraram o momento em que o animal entrou no local mancando e foi prontamente atendido pela profissional.

"Ele está muito bem. Animado, esperto, bem diferente de quando chegou aqui. Já não tem nenhum sangramento e não dá sinais de que esteja sentindo dores. Reagiu bem à primeira sessão da quimioterapia e vamos avaliar a cada novo procedimento para saber quantas ele vai precisar fazer. Geralmente são realizadas entre quatro a sete sessões, mas analisaremos dia a dia", afirmou Dayse Silva.

Em imagens divulgadas nesta terça-feira (9) o cachorro, que ainda não tem nome, aparece alegre, balançando a cauda junto à médica veterinária. "Esse aqui é o rapaz que chegou na clínica pedindo ajuda e como vocês veem ele está muito bem, muito animado se recuperando da primeira sessão de quimioterapia", diz. O animal passa a noite na casa da veterinária e volta para a clínica durante o dia para receber os cuidados.

Doação

A repercussão do caso foi tanta que em pouco mais de 24 horas vários pretendentes a adoção apareceram, seja presencialmente ou por meio de ligações telefônicas e redes sociais, inclusive pessoas de outros estados.

"Teve um senhor de Brasília que se mostrou bastante interessado em adotar o cachorro. Ele disse que mandaria buscar o cão aqui em Juazeiro do Norte, mas a gente precisa que o pretendente venha pessoalmente para poder fazermos a entrevista e avaliarmos todas as condições", revelou a médica.

A clínica Vet Vip, onde o animal faz tratamento da doença, realiza uma campanha virtual para angariar recursos para serem usados na compra de medicação e custear as despesas da internação. Na noite desta terça-feira (9) a meta de R$ 4 mil estipulada pela campanha já havia sido batida. Todo o valor que ultrapassar o objetivo inicial será revertido na compra de ração para algumas ONGs que prestam atendimento a animais abandonados da região.

(Fonte: G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.