Header Ads

Ceará tem queda de 42% na taxa de internação de idosos após vacinação contra a Covid-19, diz Sesa

FOTO: José Leomar

A vacinação em prevenção à Covid-19 no Ceará começa a resultar em impactos positivos para a rede de saúde. Pelo menos é o que se observa, após o Estado anunciar uma redução de 42% na taxa de internação da população idosa vacinada, em comparação a grupos não imunizados.

O anúncio foi feito pelo secretário de saúde do Estado, Dr. Cabelo, na manhã desta quinta-feira (11), durante inauguração de 37 leitos de enfermaria pelo governador Camilo Santana no Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA).

Segundo o Dr. Cabeto, o resultado faz parte de estudo realizado em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC). “Além disso, temos um risco daqueles que se vacinaram muito menor de complicação grave do que aqueles que não tinham se vacinado. Isso mostra a importância da população aderir a vacinação, como ela está aderindo”, disse o secretário de saúde.

Mais de 543 mil doses aplicadas

Até esta quinta-feira (11), o Ceará já havia aplicado 543.839 doses da vacina contra a Covid-19, conforme dados da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Ao todo, 389.363 pessoas receberam a primeira dose (D1) do imunizante, o equivalente a 81,72% do total distribuído, e 154.476 a segunda (D2), o que representa 67,41%.

Para a população idosa acima de 75 anos, pertencente a primeira fase do plano de vacinação, 220.042 doses foram aplicadas, sendo 202.233 referente a D1 e 17.809 referente a D2.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.