Header Ads

Ceará vai vacinar 'todos os cearenses com mais de 60 anos' até o começo de abril se entrega de vacina for mantida, diz Camilo

Foto: Camila Lima

O Governo do Ceará trabalha com a meta de vacinar todos os cearenses com mais de 60 anos entre o fim de março e começo abril, caso o plano de aquisição de vacinas do Governo Federal seja mantido, conforme afirmou nesta quinta-feira o governador Camilo Santana, em entrevista à TV Verdes Mares.

Segundo Camilo Santana, o plano de vacinação do Ministério da Saúde prevê a distribuição de mais de 1 milhão da CoronaVac para o Ceará neste mês, caso a meta de produção do Butantan, que fabrica o imunizante no Brasil, seja cumprida.

"Ontem mesmo recebi o planejamento da expectativa de vacina pra esse mês de março. Se for concretizada, nós receberemos até o fim do mês de março vacinas suficientes pra vacinar 1 milhão de cearenses. Isso significa que nós vamos vacinar quase todos os cearenses com mais de 60 anos no Ceará. Nossa esperança é que isso possa acontecer até o fim de março, começo de abril, se acontecer o calendário de recebimento das vacinas", disse o governador.

Camilo lembrou que há um risco de que a meta de produção não seja cumprida, como ocorreu em fevereiro.

"O problema é que havia uma expectativa pro mê de fevereiro no Ceará. Seriam produzidas 14 milhões de vacinas pra todo o Brasil, mas foram produzidas seis milhões."

"Mas se concretizar o planejamento pro mês de março, nós vamos vacinar todos os cearenses com mais de 60 anos até o fim de março, começo de abril. Isso é muito importante porque é grupo de maior risco", disse.

Novo lockdown em Fortaleza
Camilo Santana, e o prefeito de Fortaleza, Sarto, anunciaram na quarta-feira (3) que a capital cearense terá um novo isolamento social rígido a partir de sexta-feira (5). Confira abaixo o que funciona e o que não funciona na capital cearense enquanto o decreto estiver em vigor.

Fortaleza terá também barreiras na entrada da cidade. Apenas pessoas que comprovarem a necessidade essencial de locomoção poderão deixar ou entrar na capital cearense.

As medidas mais rígidas foram decretadas após os aumentos seguidos nos casos e mortes pela Covid-19 no estado, além da lotação de quase todo o sistema de saúde.

As novas restrições vão durar 14 dias e nesse período apenas serviços essenciais vão poder abrir as portas na cidade.

(Fonte: G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.