Header Ads

Investimento de R$ 7,5 mi em políticas públicas deve beneficiar crianças de 5 cidades do Cariri

Foto: Hélio Filho

Nesta quinta-feira (4), secretários e técnicos de assistência social de 24 municípios cearenses foram apresentados a ações e projetos da coalizão, realizada pelo Governo do Ceará, através do Programa Mais Infância Ceara, em parceria com as fundações Maria Cecília Souto Vidigal, Bernand Van Lee e Porticus, fortes aliadas na construção de políticas públicas para as crianças cearenses, investindo cerca de R$ 7,5 milhões no Estado. No Cariri, devem ser beneficiados Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte, Mauriti e Salitre.

Projetos e pesquisas dos eixos parentalidade e gestão foram apresentados para os municípios, que também receberão ações com foco na educação infantil e cidades. A reunião foi conduzida pela primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, e a titular da Secretaria da Proteção Social Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Socorro França.

“Nós vamos consolidar, a partir desta pesquisa, indicadores muito importantes para entender quem é o público do Cartão Mais Infância e quais suas maiores necessidades e desafios. Esta pesquisa é uma lupa que estamos colocando para ver a situação destas famílias que vivem em alto índice de vulnerabilidade em nosso Estado e que precisam de políticas públicas muito bem planejadas para que possam acessar seus direitos e oferecer uma infância digna para seus filhos”, ressaltou Márcia Machado, que também lembrou que este é o primeiro estudo da Região Norte e Nordeste voltado especificamente para famílias em situação de vulnerabilidade social.

Claudia Vidigal, da Fundação Bernand Van Lee, destacou que esta coalizão do Estado do Ceará com municípios, academia e instituições parceiras  tem um ganho social de grande peso para o desenvolvimento infantil no Ceará, que é um celeiro de práticas pioneiras neste segmento. “Nós buscamos essa parceria porque percebemos o quanto o Programa Mais Infância Ceará tem feito a diferença para centenas de famílias em situação de vulnerabilidade. Foi assim que surgiu a vontade de dar as mãos com esse projeto para ajudar outras famílias e apostar numa infância com brincadeiras, saúde e plenitude para todos”, enfatizou Claudia Vidigal.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.