Header Ads

Juazeiro e Crato estão entre os municípios do Ceará que mais cadastraram para vacina contra a Covid-19 no Saúde Digital


Até às 17 horas deste sábado (13), 497.559 cearenses se inscreveram e concluíram o procedimento de cadastro para a vacinação contra a Covid-19 no Estado. Esse índice já conta com a população em geral acima de 18 anos. Os dados são da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Fortaleza contabiliza 373.802 cadastros confirmados.

Fora da Capital, Caucaia está à frente entre os municípios cearenses. 18.749 pessoas completaram o registro. O indicador aponta que 5% da população concretizou a inscrição. Dentre as cidades desse grupo, a menor proporção está em Itapipoca. De 130.539 habitantes, 2.436 efetuaram a inscrição. Apenas 1,87% dos moradores. Os dados relativos á população são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Os municípios com mais cadastros e a proporção da população:

Fortaleza: 373.802 (correspondente a 13,91% da população)
Caucaia: 18.749 (5,22%)
Maracanaú: 13.686 (5,96%)
Juazeiro do Norte: 8.644 (3,13%)
Sobral: 6.267 (2,97%)
Crato: 5.704 (4,29%)
Eusébio: 4.440 (8,17%)
Pacatuba: 2.816 (3,89%)
Aquiraz: 2.568 (3,17%)
Itapipoca: 2.436 (1,87%)
Pacajus: 2.291 ( 3,13%)
Crateús: 2.166 (2,88%)

Localidades como Iguatu e Quixeramobim, que figuram entre as cidades com maiores registros de óbitos no Ceará, cadastraram 2.018 e 1.195 pessoas respectivamente.

Cidades com menos cadastros:
Arneiroz: 22
Potiretama: 22
Potengi: 23

Prioridade na imunização
Mesmo com o cadastro disponível para pessoas de 18 a 59 anos, a Sesa informa que serão imunizados inicialmente os quatro primeiros grupos prioritários. Ambos os públicos têm até o dia 27 de março para efetuar a inserção dos dados no sistema.

Procura pela vacina
Os dados do cadastramento passaram a ser publicizados pelo sistema IntegraSUS a partir deste sábado. 153.957 idosos com mais de 60 anos se cadastraram. Desse total, 7.715 pertencem à primeira fase do grupo prioritário, por terem mais de 75 anos - que já estão sendo vacinados.

Já as pessoas com comorbidades somam 59.104. 

Dados devem ser confirmados
Ao efetuar a inserção dos dados no sistema estadual, é necessário confirmar o cadastro por e-mail. Ao todo, 626.519 cadastros foram feitos, mas só cerca de 80% foram efetivados (502.864).

Em Fortaleza, quem está cadastrado no site ou no aplicativo Vacine Já deve realizar um novo cadastro no sistema estadual. A plataforma da Sesa reúne dados e informações de todos os municípios.

Sistema facilitará vacinação
A vacinação seguirá o calendário de cada cidade. Os cearenses com mais de 18 anos que não se encaixam na fase em vigência da imunização terão seus dados armazenados na plataforma, de modo a facilitar a organização do plano de vacinação do Governo do Estado quando houver doses disponíveis.

O Ceará já aplicou 559.890 doses de vacina contra a Covid-19 desde que a campanha teve início no Estado, em 18 de janeiro. Dados são do Vacinômetro da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizados ao meio-dia desta sexta-feira (12).

Fases da vacinação

Fase 1 (em andamento): 
População indígena aldeada;
Idosos a partir de 60 anos institucionalizados;
Trabalhadores de Saúde;
Pessoas com deficiência institucionalizadas;
Idosos a partir de 75 anos.

Fase 2:
Povos e comunidades tradicionais quilombolas;
Idosos a partir de 60 anos.

Fase 3:
Pessoas com deficiência permanente grave;
Pessoas com morbidades.

Fase 4:
População privada de liberdade;
Funcionários do sistema de privação de liberdade;
Forças de segurança e salvamento;
Forças Armadas;
Trabalhadores de Educação do Ensino Básico;
Trabalhadores de Educação do Ensino Superior;
Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros;
Trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário;
Trabalhadores de transporte aéreo;
Trabalhadores de transporte aquaviário;
Caminhoneiros;
Trabalhadores industriais. 

Como se cadastrar para receber a vacina? 
Para fazer o cadastro, é necessário informar nome completo, CPF, data de nascimento, raça e telefone para contato, por exemplo. A secretaria ressaltou a importância de preencher os dados com as informações corretas.

Quem não tiver acesso à Internet deve aguardar informações da prefeitura do município em que mora para proceder com a realização do cadastro.

Número do Cartão Nacional de Saúde não é obrigatório
Apesar de ser solicitado no ato da inscrição, o número de Cartão Nacional de Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) não é obrigatório para dar seguimento ao processo. A informação foi confirmada pela Sesa. Quem não souber o número pode deixar o campo em branco e seguir o cadastro normalmente.

Tira-dúvidas sobre o cadastro
Telefone: 0800 275 1475

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.