Header Ads

Prefeito fala da situação epidemiológica em Juazeiro e de medidas para conter avanço da Covid-19


O prefeito Glêdson Bezerra concedeu entrevista, na noite dessa terça-feira, 9, logo após encontro com outros 25 chefes de Executivos municipais do Cariri. Na ocasião, destacou que a situação epidemiológica no município é crítica, exigindo medidas mais restritivas de combate à Covid-19. No momento, como frisou, descarta o lockdown para evitar prejuízos maiores à população, mas que estará atento à preservação da vida de todos os juazeirenses.

Quanto às medidas mais restritivas, Glêdson Bezerra deu ênfase àquelas ligadas aos transportes, serviços bancários e públicos, bem como a extensão do horário de funcionamento do comércio, evitando aglomerações. Citou, ainda, a implementação de uma fiscalização rigorosa quanto à realização de festas, inclusive com punições para os que desobedeceram a determinação.

"Estaremos atentos aos dados epidemiológicos da Covid-19 em Juazeiro e, se houver necessidade, decretaremos o lockdown", disse o prefeito, acrescentando que há grande preocupação com a falta de UTIs. "No pico anterior, o Cariri possuía 101 leitos de UTIs; hoje são apenas 35", advertiu, defendendo a volta desses leitos, com urgência, por parte do Governo do Estado.

O prefeito juazeirense informou que nova reunião está agendada para a próxima sexta-feira, 12, e que, até lá, serão definidas as novas medidas de controle da doença, por meio de decreto a ser editado por cada município. Segundo ele, a busca é por um entendimento geral, que não exija a decretação de novo lockdown, situação extrema que traz prejuízos para a população, "que grita em defesa do seu emprego, principalmente agora, sem o auxílio governamental", conclui Glêdson Bezerra.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.