Header Ads

Uma a cada três mortes por Covid na área da saúde no Ceará é de profissionais da enfermagem

Médicos e profissionais da enfermagem são os mais infectados e mortos pela Covid. FOTO: Camila Limar

Estar na linha de frente de combate à Covid-19 e ser mais do que essencial numa pandemia é estar exposto: pelo menos 20.534 profissionais da saúde já testaram positivo e 50 morreram por coronavírus. Trabalhadores da enfermagem são os mais afetados.

Os dados são do Integra SUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), coletados às 14h desta quarta-feira (10).

Técnicos e auxiliares de enfermagem já respondem por 5.661 das infecções e 11 óbitos pelo vírus pandêmico no Ceará. Entre os enfermeiros, são 3.156 casos confirmados e seis mortes.

Juntos, então, os profissionais da enfermagem somam 8.817 infectados, o que corresponde a 43% dos casos entre trabalhadores da saúde; e 17 mortos, 34% dos óbitos registrados nas categorias. Em proporção, uma a cada três mortes por Covid na área da saúde no Ceará é de um técnico, auxiliar ou enfermeiro.

Dos médicos que atuam nas unidades de saúde cearenses, 1.659 já contraíram a doença, dos quais 14 não resistiram às complicações e evoluíram para óbito.

Entre todos os trabalhadores da saúde, as que mais adoecem são as mulheres, mas os homens são os que mais morrem. Dos casos confirmados, 14.881 ocorreram entre mulheres e 5.653 entre homens; das mortes registradas, 19 levaram mulheres e 31, homens.

(Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.