Header Ads

Anúncio sobre decreto de isolamento rígido no Ceará será feito neste sábado, diz Camilo

Camilo esteve reunido nesta sexta-feira com o comitê que delibera sobre o decreto estadual relativo à pandemia

O governador Camilo Santana (PT) vai anunciar neste sábado (10) a decisão sobre o novo decreto de isolamento social rígido no Ceará. Por meio de uma publicação nas redes sociais, o chefe do executivo estadual informou na noite desta sexta-feira (9) que continua avaliando os indicadores da Covid-19 para só então fazer o anúncio.

"Estive reunido nesta sexta-feira com o comitê que delibera sobre o decreto estadual relativo à pandemia. Avaliamos os indicadores da Covid em todo o estado e as medidas que estão sendo tomadas para o controle da pandemia no Ceará. Continuaremos avaliando os termos do decreto com muito rigor e responsabilidade para o anúncio ainda neste sábado", disse.

A expectativa é que o governador anuncie a volta do funcionamento gradual dos serviços não essenciais. No domingo (4), Camilo adiantou a possibilidade da retomada das atividades econômicas a partir de 12 de abril. Até lá, o isolamento social rígido permanece em vigência.

O Ceará está em decreto de isolamento social rígido desde 13 de março, quando o anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana. Fortaleza adotou medidas mais rígidas uma semana antes, em 4 de março. Durante esse período, ficou permitido apenas o funcionamento das atividades consideradas essenciais, como supermercados e farmácias.

A decisão foi tomada após reunião com o comitê técnico científico do governo, autoridades sanitárias do estado e representantes do Ministério Público e setores da economia, em transmissão ao vivo, ao lado do prefeito de Fortaleza, José Sarto Nogueira (PDT). O Ceará está em isolamento social rígido deste o dia 13 de março.

Mortes por Covid-19 no Ceará
O número de mortes por Covid-19 no Ceará na primeira semana de abril cresceu bastante em relação ao que ocorria no início deste ano. A média de óbitos por dia que era de 51 em janeiro deste ano subiu para 118 na primeira semana de abril, entre os dias 1º e 7 de abril. Os dados foram extraídos nesta sexta-feira (9) na plataforma IntegraSUS, que divulga os dados oficiais da pandemia no estado.

Na quinta-feira (8), o Ceará atingiu a triste marca de 15 mil óbitos desde o início da pandemia. Os expressivos dados na primeira semana de abril dão continuidade a marcas registradas em março de 2021 como, por exemplo, quatro dias do mês passado que marcaram mais de 90 mortes pela doença, algo que não acontecia desde junho de 2020.

A primeira semana de abril é, inclusive, a mais letal de 2021, se comparada com igual período dos meses anteriores. O Ceará registrou média diária de:

69 óbitos na primeira semana de março
22 óbitos primeira semana de fevereiro
e 15 óbitos primeira semana de janeiro.

Apesar da crescente e da aproximação do pico da segunda onda da pandemia no estado, nesta quarta-feira (7), foram registrados 105 falecimentos em consequência da doença, o menor número em 10 dias, quando foram registrados 101 óbitos, em 28 de março.

Fonte: G1 CE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.