Header Ads

Ceará registra, em média, 55 mortes diárias por Covid-19 em 2021

Foto: Helene Santos

A cada dia deste ano, o Ceará perdeu 55 vidas para a Covid-19. A média móvel diária de mortes consta no boletim epidemiológico semanal, publicado nesta sexta-feira (16) pela Secretaria do Estado (Sesa). Os dados compilados são de 1º de janeiro até o último 10 de abril.

Até a data do fechamento deste boletim, o Estado registrava 15.884 óbitos pela doença. Destes, 5.499 foram confirmados esse ano. Mas, conforme dados atualizados às 16h de hoje pelo IntegraSUS, o número total de mortes já subiu para 16.075.

A média móvel é um instrumento estatístico que soma todos os óbitos dos últimos sete dias e divide o resultado por sete. Neste cálculo, o mês de março foi o mais letal desta segunda onda da pandemia, com 97, 7 mortos diariamente.

O pico ocorreu no dia 23 de março, quando 131 pessoas morreram em decorrência da doença. Já janeiro e fevereiro registram 18,1 e 37,6, respectivamente.

O documento pondera que o atraso na digitação dos casos e óbitos nos sistemas oficiais pode comprometer diretamente qualquer análise.

Perfil das vítimas

A maioria das vítimas da Covid-19 tinha 60 anos ou mais e era do sexo masculino (53,6%). Em relação às comorbidades, 68,8% apresentavam doenças crônicas pré-existentes, quatro (0,07%) gestantes e seis (0,11%) puérperas.

A estimativa de dias entre a data de início de sintomas e a internação dos pacientes que morreram foi de 7,4 dias. Já a média de dias de internação foi de 11,3 dias, variando de 1 a 166 dias.

Ao todo, 60 (1,7%) pessoas contraíram a doença durante internações hospitalares. Quanto à evolução do vírus, considerando os dias decorridos entre o início dos sintomas e a data da morte, foi em média de 18 dias.

Na análise do local do óbito, 314 (5,7%) ocorreram em domicílio. De 01/01/21 a 10/04/2021, foram descartados 526 ocorrências suspeitas e 369 permaneceram em investigação.

Casos confirmados de Covid-19 no Ceará

Em 2021, até o dia 14 de abril último, foram confirmados 249.709 casos, um aumento de 18,0% no total de casos do ano. Para todas as infecções confirmadas foram considerados resultados de laboratórios públicos e privados, critérios laboratorial, clínico, clínico-epidemiológico e clínico-imagem.

Em 2021, mostra o boletim, ocorreu o aumento considerável na média móvel de sete dias de casos confirmados a partir da segunda quinzena de fevereiro. Os dias 01/03, 08/03 e 10/03 registraram os maiores números de casos de Covid-19, totalizando 5.367, 4.807 e 4.696, respectivamente.

Houve leve queda na média móvel a partir da segunda quinzena de março. Todavia, as mortes diárias permaneceram elevadas durante todo o mês, tendo a média de 3.732,4.

Panorama das regiões (dados até 10 de abril)

– Na Região de Saúde de Fortaleza, foram confirmados 8.933 casos novos (aumento de 56,5%) e 349 óbitos (aumento de 4,5%).
– Na região Norte, 1.679 casos (aumento de 96,6%) e 62 óbitos (redução de 33,3%).
– No Cariri, foram 1.060 casos (aumento de 101,9%) e 56 óbitos (aumento de 1,8%).
– No Litoral Leste, 1.029 casos (aumento de 35,3%) e 24 óbitos (redução de 29,4%).
– No Sertão Central, 730 casos (aumento de 84,8%) e 14 óbito (redução de 26,3%).

Redução de casos

Quase Áreas Descentralizadas de Saúde (ADS) apresentaram redução de casos confirmados entre as semanas que vão de 07/03/21 a 20/03/21 e de 21/03/21 a 03/04/21. São exceções as ADS de:

– Baturité (+31,2%)
– Limoeiro do Norte (+31,5%)
– Tauá. (+3,8%) .

Tiveram queda de mortes as ADS de:

– Quixadá ( – 17,4%)
– Acaraú (- 18,2%)
– Tauá (- 10,0%)
– Crateús (- 14,7%)
– Iguatu (- 7,5%)
– Crato (- 5,9%)

As ADS de Brejo Santo e Cascavel mantiveram o número e as demais apresentaram aumento.

Veja os dados desta sexta-feira (16). Neste dia, a plataforma IntegraSUS foi atualizada Às 8h12.

– Casos confirmados: 609.849
– Casos investigados: 91.960
– Óbitos: 16.075
– Óbitos nas últimas 24h: 9

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.