Header Ads

Dois investidores avançam em negociações com a Ford para compra da Troller

Foto: Thiago Gadelha

As negociações para a venda da fábrica da Troller, localizada em Horizonte, avançam com pelo menos dois potenciais investidores. Segundo informações obtidas com fontes que acompanham de perto o processo, quatro investidores iniciaram as tratativas, e dois deles já assinaram acordos de confidencialidade com a Ford, dona da unidade cearense.

"Quatro grupos foram encaminhados. Tenho conhecimento de dois que estão evoluindo, já estão avançando as negociações com a Ford, inclusive com acordo de confidencialidade", revelou uma fonte ao Diário do Nordeste.

Ainda conforme fonte consultada pela reportagem, um dos quatro investidores no páreo pela montadora é Alexandre Negrão, automobilista e CEO da Aeris Energy, fábrica de pás eólicas localizada no distrito do Pecém.

As operações na montadora da Troller devem continuar até 31 de dezembro. Caso não haja acordo com um comprador para o empreendimento, depois desta data, a unidade deve encerrar as atividades.

SAÍDA DA FORD DO BRASIL
As tratativas para a venda da fábrica da Troller iniciaram logo após o anúncio da Ford de encerrar as atividades no Brasil, realizado em 11 de janeiro. A venda é a alternativa para que a planta, que continua as operações até o fim deste ano, não feche definitivamente.

A decisão da Ford interrompeu imediatamente as atividades em Camaçari (BA), onde eram produzidos os modelos Ka e EcoSport. A unidade de Taubaté (interior de São Paulo), que fabricava motores e transmissões, também parou logo após o anúncio.

A Ford prevê um impacto de aproximadamente US$ 4,1 bilhões em despesas decorrentes por conta do anúncio do fechamento das fábricas no País. 

"Aproximadamente US$ 1,6 bilhão será relacionado ao impacto contábil atribuído à baixa de créditos fiscais, depreciação acelerada e amortização de ativos fixos. Os valores remanescentes de aproximadamente US$ 2,5 bilhões impactarão diretamente o caixa e estão, em sua maioria, relacionados a compensações, rescisões, acordos e outros pagamentos", disse a empresa no comunicado oficial. 

HISTÓRICO DA TROLLER
Inaugurada no fim da década de 1990 no município de Horizonte, a marca cearense Troller recebeu investimentos de aproximadamente R$ 18,5 milhões, gerando inicialmente 315 empregos diretos e 1,26 mil indiretos.

Em 2005, a marca realizou investimentos de R$ 30 milhões no desenvolvimento de novos veículos e motores, bem como na expansão da fábrica, que triplicou de tamanho e passou a contar com uma pista de testes de 100 mil metros quadrados.

Passando por dificuldades financeiras, a unidade foi vendida para a Ford em 2007 após um ano de negociações, que realizou um conjunto de investimentos no Brasil. Depois da aquisição, a produção da fábrica passou de 80 unidades para 150 por mês, um crescimento de 87% em quatro anos.

Segundo estimativa do então governador Cid Gomes, a Troller recebeu cerca de R$ 400 milhões em investimentos da Ford entre 2007 e 2011, o suficiente para ampliar em 1% o Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, que girava em torno de R$ 39 bilhões antes dos aportes.

Os recursos foram aplicados na expansão da produção dos veículos, na marca da empresa cearense e em estudos de novos mercados.

Em 2012, a Ford solicitou a Superintendência Estadual de Meio Ambiente (Semace) licença de instalação para ampliação dos galpões. O objetivo foi expandir a produção de veículos e utensílios.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.