Header Ads

Governo pode incluir trabalhadores demitidos em 2021 no auxílio emergencial, diz presidente da Caixa


O Governo Federal estuda alterar regras do auxílio emergencial 2021 para que mais pessoas possam receber o benefício, segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Entre elas, está em análise a inclusão de trabalhadores que estavam empregados com carteira assinada em 2020, mas que, em 2021, não estão mais.  

Na regra atual, todos os trabalhadores que não receberam o auxílio no ano passado, não estão incluídos nesta nova rodada. “Está havendo uma análise no Ministério da Cidadania para verificar novas pessoas que possam entrar e ter direito ao benefício. No primeiro grupo de 40 milhões não entrou, mas existe esta análise para ampliar para mais alguns milhões. Sugerimos ligar no 111 ou ver no site da Caixa”, orientou Guimarães. 

NOVOS APROVADOS  
Segundo Guimarães, a Caixa Econômica Federal aprovou mais 200 mil trabalhadores no novo lote de pagamentos do auxílio. Com isso, eles vão começar a receber o benefício no próximo dia 15. 

“Estão sendo feitas novas análises e, hoje mesmo, 200 mil novas pessoas foram aprovadas e receberão os pagamentos a partir de 15 de abril. Pessoas que fizeram o pedido no ano passado, mas que por algum motivo não foram aprovadas”, disse ele ontem (9) no programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo. 

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO AUXÍLIO
Na sexta, os beneficiários nascidos em fevereiro receberam a primeira parcela do auxílio. Amanhã (11) será a vez dos nascidos em março. 

Os pagamentos seguem o mês de nascimento dos beneficiários.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.