Em rápida resposta às diligências policiais para elucidar uma tripla tentativa de homicídio no município de Iguatu, a Polícia Civil e a Polícia Militar capturaram, na manhã desta terça-feira (8), o homem suspeito de esfaquear a companheira, enteada dele e um bebê de três meses. O suspeito foi encontrado no sítio Gadelha, zona rural do município.

Após trabalho de inteligência de policiais civis da Delegacia Regional de Iguatu, os agentes encontraram o paradeiro do homem de 39 anos que se encontrava escondido no sítio Gadelha, zona rural do município. A prisão contou com apoio de policiais civis da Delegacia de Defesa da Mulher de Iguatu (DDM) e de policiais militares do Comando Tático Rural (Cotar) da PM.

No último sábado (5), as vítimas, uma mulher de 34 anos, uma adolescente de 14, e um bebê de três meses, foram atingidas por golpes de faca. O fato ocorreu no bairro Vila Moura. O suspeito foi identificado como sendo companheiro da mulher lesionada. Segundo informações preliminares, houve uma discussão entre ele e a companheira após o homem ter ingerido bebida alcoólica. Houve um confronto entre o homem e a companheira, em razão de ciúmes. Na tentativa de defender a mãe, a adolescente acabou também ferida, assim como o bebê, filho dela.

As vítimas foram socorridas e encaminhadas para uma unidade de saúde. Equipes da Polícia Militar realizaram diligências ininterruptas desde o fim de semana no intuito de capturar o homem. Equipes da Polícia Civil também colhiam informações no sentido de localizar o homem.

O homem, que tem duas passagens por ameaça no contexto de violência doméstica e familiar, foi conduzido à delegacia para prestar depoimento. Após ser ouvido, ele foi autuado em flagrante pela tentativa de feminicídio e pela dupla tentativa de homicídio qualificado. Ele está preso e encontra-se à disposição da Justiça.

Denúncias
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As denúncias também podem ser encaminhadas para o número (88) 3581-0307, da Delegacia Regional de Iguatu. O sigilo e o anonimato são garantidos.

1 Comentários

  1. This is another testimony on how Chief Dr Lucky cured my HIV disease. Do you need a cure for your HIV disease? Do you want to be cured from your cancer disease? Or you want to be free from any type of disease. Kindly visit his website https://chiefdrluckyherbaltherapy.wordpress.com/ . He just cured my HIV disease and I’m very grateful to him, he is the only herbalist that can cure you.  
    WhatsApp number : +2348132777335 
    Via Email : chiefdrlucky@gmail.com
    Thank you all for reading,
    God bless"

    ResponderExcluir

Postar um comentário