Por Redação Gazeta do Cariri

Começa nesta quarta-feira (9) a terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Serão imunizados, nesta etapa, pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, portuários, forças de segurança, salvamento e Forças Armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas. No Ceará, 922.591 pessoas fazem parte desses perfis.

Quem pertence às duas fases anteriores da Campanha e ainda não se vacinou contra a gripe também pode procurar a unidade básica de saúde mais próxima.

Documentação
No ato da vacinação, serão exigidos documentos que comprovem a inserção das pessoas no grupo prioritário da 3ª etapa da imunização contra a gripe. Aos trabalhadores de segurança, de salvamento e das Forças Armadas, será solicitado documento que comprove sua vinculação ativa com o serviço.

Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independentemente da idade, deverão apresentar um documento oficial com foto, exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica. Para as pessoas com deficiência permanente, será considerado, no ato da vacinação, a deficiência autodeclarada.

Em relação aos indivíduos com a liberdade privada e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, o planejamento e operacionalização da vacinação nos estabelecimentos penais são articulados pelas secretarias estaduais e municipais da Saúde e Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus).

“Entrar na terceira fase dessa campanha faz com que tenhamos, ainda mais, objetivos e metas a serem alcançadas. A cobertura vacinal de 90% deve estar presente em cada um dos grupos prioritários. O Estado tem feito uma força-tarefa para divulgar entre sua população e municípios a importância da vacinação contra a gripe. A estratégia do ‘Dia D’ está em curso e vem a ser um momento e oportunidade para ampliar a cobertura vacinal e atualizar os calendários de vacinação, principalmente das crianças”, explica Roberto de Freitas, orientador da célula de Imunização da Sesa.

As prefeituras são responsáveis pela operacionalização do “Dia D” em cada cidade. Por isso, a população deve consultar a data com o seu município.

Evitar sobrecarga nas unidades de saúde
O momento, segundo Freitas, “é de união, esforço coletivo, em prol de alcançarmos a meta e, consequentemente, sermos contemplados com os benefícios que a vacinação nos traz, como reduzir internações, complicações e óbitos decorrentes da influenza”.

1 Comentários

  1. This is another testimony on how Chief Dr Lucky cured my HIV disease. Do you need a cure for your HIV disease? Do you want to be cured from your cancer disease? Or you want to be free from any type of disease. Kindly visit his website https://chiefdrluckyherbaltherapy.wordpress.com/ . He just cured my HIV disease and I’m very grateful to him, he is the only herbalist that can cure you.  
    WhatsApp number : +2348132777335 
    Via Email : chiefdrlucky@gmail.com
    Thank you all for reading,
    God bless"

    ResponderExcluir

Postar um comentário