O Inspetor da Polícia Civil, Francisco Hélio Sousa Magalhães, morreu no final da manhã desta quinta-feira (20 de janeiro de 2022), aos 58 anos de idade. “Hélio Queixinho” ou “Hélio da Civil”, como era conhecido, foi lotado na 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) de Juazeiro e já estava aposentado das atividades. Ele lutava contra um câncer no estômago diagnosticado há seis meses.

Nesse período, estabeleceu um caminho de idas e vindas entre sua casa e o hospital chegando a ser submetido a várias sessões de quimioterapia no Centro de Oncologia de Barbalha. O corpo de Hélio está sendo velado na Sala Saudade do Centro de Velório Anjo da Guarda, em Juazeiro, com sepultamento agendado para às 10 horas desta sexta-feira (21), no Cemitério Parque Anjo da Guarda.

Durante o tempo de atuação, Hélio participou de inúmeras e importantes operações policiais na região do Cariri, contribuindo no desvendamento de vários crimes. O Escrivão de Polícia Civil da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Lúcio Lourenço de Freitas, lamentou a morte do colega lembrando que se tratava de um dedicado profissional da área de segurança e “bom amigo”.

Fonte: Site Miséria

Post a Comment