O aposentado Andrelino Vieira da Silva comemorou seu aniversário deste ano de forma diferenciada. Isso porque não era uma festividade qualquer. O idoso completou 121 anos no dia 3 de fevereiro de 2022. O bolo da festa foi temático, com uma plaquinha em que estava escrito “o terror do INSS”.

Andrelino nasceu em 1901, na região de Anicuns, interior de Goiás. Ele vive atualmente em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital, onde mora há 40 anos. São sete filhos, sendo cinco vivos, além de 13 netos, 16 bisnetos e um tataraneto.

“É um milagre. Acho que o segredo é muita tranquilidade. Nunca vi uma pessoa tão tranquila. A casa pode estar caindo e ele está deitado na rede balançando”, contou ao Metrópoles a nora de Andrelino, a costureira Antônia do Carmo de Sousa Santos, de 59 anos, que vive no mesmo lote do aposentado.

VÍDEO:


Ideia de bolo
A filha de Antônia, Janaina Lemes de Souza, de 36 anos, foi quem chegou com a ideia de fazer um bolo temático. A inspiração surgiu de um outro idoso que fez um bolo temático no mesmo estilo, fazendo referência ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), órgão responsável pelo pagamento de aposentadorias.

“Um amigo da minha filha viu uma foto do aniversário de outro senhor e mandou para ela. “É a cara do seu avô”. Ela achou bom e copiou, pediu para a senhora que encomendamos o bolo”, relatou Antônia.

O aniversário foi comemorado com pouca gente, apenas entre os filhos e netos que vivem no mesmo terreno que o idoso, já que eles estavam com a Covid-19. Ele também teve a doença. Mas tomou as três doses da vacina e sentiu apenas sintomas leves.

Forró e alegria
Andrelino é lúcido e tem apenas dificuldade para escutar, o que está sendo alvo de um tratamento médico. Ele vive em um barracão dentro do lote de um filho e ao lado do lote de uma neta.

A nora Antônia relatou que ele mesmo faz sua comida. O almoço, por exemplo, sai todo dia cedo, por volta das 10 horas. Também é o próprio Andrelino que coloca suas roupas na máquina de lavar e ele até ajuda a estender. A costureira ajuda apenas com tarefas que demandam mais esforço, como uma faxina.

Além da tranquilidade, Andrelino é conhecido pela imensa animação. O idoso gosta de dançar e tomar cachaça.

“Ele é bem animado. Ele ia para os forrós todo o final de semana. Gosta de cachaça. Se vai em festa de família, ele dança até suar a camisa”, contou Antônia.

Fonte: Portal Metrópoles

Post a Comment