Header Ads

Batismo de aeronave marca início da gestão da Aena no Aeroporto de Juazeiro do Norte


Às 0h04min da madrugada desta segunda-feira (13) ocorreu o pouso do Boeing 737-800, de matrícula PR-GGW, da Gol Linhas Aéreas no Aeroporto de Juazeiro do Norte, marcado o início da gestão da Aena Desarrollo Internacional. A aeronave foi recebida com batismo e aclamação pela equipe da empresa, que se despediu da Infraero para dar lugar a novos tempos no Orlando Bezerra de Menezes. 

A concessão do terminal juazeirense aconteceu em leilão na sede B3 em São Paulo, em março de 2019. O grupo espanhol – maior operador de aeroportos do mundo – administrará o terminal do Cariri por 30 anos, devendo investir R$ 190 milhões em obras e melhorias. Os primeiros investimentos são aguardados para um prazo de 180 dias a partir da transferência da gestão. 


Equipe da Aena Brasil nas primeiras horas de gestão da empresa no Aeroporto de Juazeiro
Aena Brasil 
Uma equipe multidisciplinar da Aena, que veio para a ocasião da sede em Madri, e em conjunto com a equipe corporativa brasileira de Recife, acompanha a equipe do aeroporto nestes primeiros dias de operação para garantir sem incidências a continuidade e melhoria dos serviços oferecidos pela Infraero. 

O próprio diretor-presidente de Aena Brasil, Santiago Yus, esteve em Juazeiro do Norte à frente da equipe operacional e declarou: “sinto uma imensa satisfação que este aeroporto cearense seja o primeiro a ser operador por nós. Chegamos aqui com o duplo propósito de melhorar os serviços aeroportuários, e com a ajuda dos organismos oficiais e as companhias aéreas, poder incrementar o tráfego aéreo neste aeroporto”.

Aena Brasil é a marca registrada da companhia espanhola Aena, considerada pelo Conselho Internacional de Aeroportos como a maior operadora aeroportuária do mundo em número de passageiros, com mais de 275,2 milhões em 2019 na Espanha. 

Desde começo de 2020, administra a concessão de seis aeroportos da região Nordeste, sendo eles Recife (PE), Juazeiro do Norte (CE), João Pessoa (PB), Campina Grande (PB), Aracaju (SE) e Maceió (AL). Em 2018, os seis aeroportos somaram 13,7 milhões de passageiros. Na Espanha, opera 46 aeroportos e 2 heliportos. 

A empresa é acionista controlador, com 51%, do aeroporto de Londres-Luton no Reino Unido, além de gerenciar aeroportos no México (12), Colômbia (2) e Jamaica (2), que totalizaram um volume de passageiros de 78,2 milhões em 2019. Além disso, presta serviços de consultoria para clientes estratégicos como a Companhia de Aeroportos de Cuba – ECASA.

(Fonte: Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.