Header Ads

MP investiga recebimento indevido de auxílio emergencial em Crato

FOTO: Gazeta do Cariri
A 3ª Promotoria de Justiça do Ministério Público do Ceará, em Crato, abriu procedimento administrativo recomendando que Prefeitura, Câmara de Vereadores e Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social contribua com investigações sobre o recebimento indevido do auxílio emergencial por servidores. 

Na terça-feira (30), o promotor de Justiça Cleyton Bantim da Cruz encaminhou ofícios à Prefeitura, Câmara e Secretarias, solicitando providências para identificar servidores que, eventualmente, tenham recebido o auxílio. Ao prefeito Zé Aílton Brasil e ao presidente da Câmara, Florisval Coriolano, o promotor recomendou que, no prazo de 20 dias, identifiquem servidores cujos CPFs constem na lista encaminhada pela Controladoria Geral da União. 

Já ao secretário municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social, Aníbal Junior, solicitou que seja feita a revisão, no CadÚnido, de todos os cadastros de servidores municipais indicados na mesma lista. A secretaria deverá identificar quais atendem aos critérios para recebimento do auxílio emergencial e quais não atendem, assim como os agentes públicos que recebem outros benefícios assistenciais.

(Fonte: Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.