Header Ads

Em meio a pandemia, mulher que conheceu Padre Cícero completa 100 anos

FOTO: Bebeto Vieira
Na última segunda-feira (24), uma alegre senhora completou seu centenário de vida na terra do Padre Cícero. Ela, que teve a oportunidade de conhecer o “padim” de perto, nasceu em Exu (PE), mas encontrou em Juazeiro do Norte seu lar definitivo. Conhecida como “Dona Carmina”, a doce senhora conseguiu passar por diversas epidemias nos últimos cem anos, e tem passado ilesa pela pandemia do novo coronavírus, mesmo sendo do grupo de risco. 

Carmina Gervazio Araújo, nasceu em 24 de agosto de 1920, pernambucana da terra de Luiz Gonzaga, é filha de agricultores e casou-se com Cirilo Simião Araújo, também agricultor de ofício. Com ele teve 14 filhos, 80 netos, 150 bisnetos e 45 tetranetos. Lúcida, a senhora lembra que em 1951, aos 14 anos, quando já morava no Cariri, fazia constantes visitas a Padre Cícero e guarda com carinho sua feição gentil e respeitosa. 

Ela é membro fundadora do Albergue Sagrada Família em Juazeiro do Norte. Sempre de prontidão para ajudar a todos, recebia muitos doentes em casa e levava ao hospital. Também chegou a abrigar pessoas que não tinham onde ficar quando chegavam na cidade. 

Durante a pandemia, Dona Carmina tem sido cuidada pela família, e tem atravessado a quarentena sem tem tido contato ou contraído Covid-19.

(Fonte: Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.